Centro Comunitário Jardim Autódromo

CEI Jd. Shangri-lá

Centro de Educação Infantil Núcleo III Jardim Shangri-Lá

Identificação do Núcleo

CNPJ: 57.184.723/0003-77
Localizada na Rua Gastão Penalva, 136 Jd. Shangri-lá – São Paulo Cep 04852-080 - Fone: 5528-0116
Atende 120 crianças na faixa etária de 0 a 3 anos

Caracterização da população-alvo

Jardim Shangri-lá, JD. Monte Verde, JD. Prainha e JD. Jardim Eliana surgiu em conseqüência da falta total de políticas agrárias e urbanas, provocando um enorme fluxo migratório sem precedentes. Na Zona Sul de São Paulo se instalou aos poucos um dos maiores centros industriais do país, direcionando o fluxo migratório, atraindo um enorme exército de mão-de-obra barata, sem proporcionar a esta população condições mínimas de sobrevivência com dignidade, expondo esta mesma população aos ciclos periódicos e permanentes de crise, recessão e desemprego. Portanto a população atendida é constituída, em sua grande maioria, de pessoas de diversos estados, desprovidas de todos os bens, na maioria com uma renda mensal muito baixa.

Esse trabalho no Centro de Educação Infantil, sócio educacional devido a essa situação social se faz necessário, favorecendo o desenvolvimento da auto-estima e capacidade de autodeterminação.

A entidade espera, através deste trabalho sócio educativo desenvolvido, garantir não apenas o conjunto de direitos estabelecidos no plano legal, mas acima de tudo propiciar educação, entendida como oportunidade de inclusão social, contribuindo com a conquista de uma sociedade livre, justa e solidária, que permita a erradicação da situação de vulnerabilidade, risco pessoal e social e suprimir a marginalização, cumprindo desta forma, os princípios explicitados em nossa constituição.

O CEI Núcleo III do Jardim Shangril-lá surgiu a partir da necessidade da população do Jardim Shangri-lá, Monte Verde, Prainha e Jardim Eliana, em melhorar a situação das crianças que não encontram cuidados e educação, enquanto seus pais lutam diariamente pela sobrevivência e da tomada de consciência desta população de que o CEI é um direito constitucional das crianças. Compreendido como um espaço sócio educacional de construção de identidade, de autonomia e da cidadania, objetiva promover o desenvolvimento infantil em todos os aspectos: físico, afetivo, cognitivo e moral, assim como proporcionar à criança proteção, segurança, alimentação, cultura e lazer. Tem ainda como objetivo contribuir para a construção do conhecimento da criança e família sobre si própria e sobre o mundo.

O CEI desenvolve ações complementares às da família, devendo voltar-se para a inserção, prevenção, promoção e proteção à infância, propiciando ainda a integração entre família e comunidade.

O equipamento atende a 105 crianças de 0 (zero) a 03 (três) anos.

Desenvolvemos um trabalho integrado a comunidade local, acompanhando e orientando as famílias das crianças atendidas, encaminhando aos recursos da comunidade e região principalmente no que se refere a saúde, lazer , cultura e seus direitos e deveres através dos fóruns e conselhos.

Infra-estrutura física e recursos materiais

O prédio encontrava-se em boas condições de funcionamento (supervisionado periodicamente por órgãos competentes) e provido dos recursos necessários para todas as atividades propostas embora a cada ano é feito melhorias e reestruturação na parte física conforme exigências da legislação vigente. No ano de 2010, realizou-se a manutenção em diversos ambientes.

Atividades Desenvolvidas

O CEI Núcleo III Jardim Shangri-lá, atendeu diariamente 105 crianças na faixa etária de 0 a 3 anos de ambos os sexos, sendo 48 crianças de berçário, de segunda a sexta-feira das 7h às 17h.

Terá como base a organização proposta nos Referenciais Curriculares para Educação Infantil que se divide em dois blocos além de outras atividades socioeducativas realizadas com os adultos:

  1. Formação Pessoal e Social;
  2. Conhecimento de Mundo;

Considerando a faixa etária das crianças atendidas no CEI, queremos ressaltar que, todas as atividades aqui apresentadas terão como foco três eixos norteadores:

  • O brincar, embasado na concepção de forma privilegiada da criança expressar seus desejos, necessidades, emoções, assim como a possibilidade de transformar, construir e trocar novos conhecimentos.
  • A socialização, sendo que o CEI é a primeira instância, depois da família, que possibilita a expansão das relações e vínculos.
  • A ampliação Cultural, entendida como possibilidade de trazer ás crianças uma apropriação da produção cultural da humanidade, partindo das particularidades e ampliando gradativamente.

O que pretendemos apresentar e, será proposto às crianças, terá inicio com esse documento e se estenderá ao longo do ano, através das reuniões formativas e documentos direcionados aos pais. Todavia não podemos falar das aprendizagens das crianças de 4 meses a 3 anos sem antes pensar quem são estas crianças e suas possibilidades.

Organização Curricular por áreas de conhecimento para o trabalho com as crianças de 0 à 3 anos.

Tendo em vista o projeto pedagógico do CEI, as ações Psicopedagógicas foram realizadas através de projetos, seqüências de atividades, e atividades permanentes.

No decorrer do ano, desenvolvemos projetos didáticos, seqüências didáticas e atividades permanentes nas áreas de conhecimento: Movimento, Música, Artes Visuais, Linguagem Oral e Escrita, Natureza e Sociedade e Matemática.

Na elaboração de cada projeto didático e seqüências didáticas constou introdução, justificativas, avaliação e demais partes de um projeto e seqüências, que foram elaborados juntamente com o grupo de educadoras das várias classes/estágios. As atividades foram adaptadas de acordo com cada faixa etária atendida no CEI.

Outros trabalhos desenvolvidos no CEI Núcleo III no ano de 2010.

  • Manter o projeto pedagógico atualizado e que responda as exigências do trabalho.
  • Atendimento a comunidade escolar e as demandas das famílias das crianças atendidas no CEI, com participação ativa em todas as propostas (eventos culturais, reuniões, avaliações, projetos especiais como: adaptação e acolhida e outros...) do CEI no ano de 2010.
  • Garantimos a formação exigida para a equipe de trabalho.
  • Direção e Coordenação garantir a formação permanente a toda equipe do CEI, sendo 19 funcionárias.
  • A Direção e Coordenação mediaram e acompanharam os projetos e sequências didáticas desenvolvidos com as cento e cinco (105) crianças.
  • Encontros de formação mensal para a equipe de funcionários.
  • Encontros de supervisão dos módulos.
  • Trabalhos em grupos com as educadoras.
  • Estudos individuais realizados pela equipe de trabalho.
  • Reuniões e encontros de formação com as famílias atendidas.
  • Visitas domiciliares.
  • Participação da Direção e Coordenação em grupos de estudo e debates oferecidos pela Entidade e SME ( Secretaria Municipal de Educação).
  • Participação em Fóruns e outros encontros da Capela do Socorro e da cidade de São Paulo.
  • A equipe Visitou museus e outros espaços cultuais.
  • A equipe do CEI participou do “Congresso Saber” e outras oficinas como contar histórias e construção de livros de pano para formação pessoal.
  • O CEI promoveu alguns eventos culturais dentre eles a “Mostra Cultural” em novembro com participação de toda comunidade escolar, entorno e convidados de outros espaços de educação da cidade de São Paulo.
  • Melhorias da habitabilidade do espaço físico de modo geral e manutenção dos equipamentos e armários das cozinhas; para garantir 100% do atendimento previsto.

Objetivo

“A educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade”. [1]LDB

Entendemos o CEI como um espaço sócio - educativo de convívio integração e interação com a finalidade de construir uma educação crítica e libertadora, em conjunto com a família e comunidade num processo de socialização, na perspectiva de formar cidadãos críticos, criativos participantes do coletivo, capazes de transformar a realidade.

Na prática da educação infantil, proporcionar condições de bem estar físico, mental e social, para que a criança desenvolva uma imagem positiva de si, descobrindo e conhecendo progressivamente seu próprio corpo, estabeleça vínculos afetivos, e de troca com adultos e crianças; estabeleça e amplie paulatinamente as relações sociais, observando e explorando o ambiente com atitude investigadora e de curiosidade.

Nas brincadeiras tenha oportunidade de utilizar as diferentes formas de linguagem: corporal, musical plástica, oral e escrita; e tenha conhecimento de algumas manifestações culturais.

Nessas interações com o outro e com o mundo, o brincar é a atividade dominante da infância, trazendo o lúdico como forma prioritária de compreensão e transformação da realidade.

Público Alvo

O CEI Núcleo III Jardim Shangri-lá, destina-se ao atendimento de 105 crianças de 0 a 3 anos de ambos os sexos e suas respectivas famílias, principalmente aquelas em situação de vulnerabilidade social, econômica e cultural, a faixa de renda da clientela a ser atendida é de 0 a 4 salários mínimos, provenientes das ocupações destinadas de áreas de mananciais, dos seguintes locais: Jd. Shangri-lá, Jd. Monte Verde, Jd. Prainha e Jd. Eliana e outros.

Resultados obtidos

  • Garantimos 100% do atendimento ao público alvo, 105 crianças e suas respectivas famílias;
  • Atingimos 95% dos projetos, seqüências e atividades propostas para desenvolver em cada módulo;
  • Atingimos 75 % dos objetivos propostos no projeto pedagógico;
  • Das famílias e comunidade atendidas, atingimos 80% da participação ativa em todas as propostas do CEI no ano de 2010;
  • Garantimos até 85% dos educadores com a formação exigida;
  • Garantimos 95% na Formação continuada de toda equipe do CEI sendo 19 funcionárias;
  • Garantimos 85 % de acompanhamento da Direção e Coordenação nos projetos e seqüências desenvolvidos com as 105 crianças;
  • Garantimos 100 % dos Encontros de formação mensal para a equipe de funcionários;
  • Realizamos 85 % dos encontros de supervisão dos módulos;
  • Realizamos 75 % dos trabalhos em grupos com as educadoras;
  • Garantimos 90 % dos estudos individuais realizados pela equipe de trabalho;
  • Realizamos 100% das reuniões e encontros de formação com as famílias e toda comunidade escolar, sendo que os resultados das propostas realizadas favoreceram a promoção social dos usuários, aumento da auto estima, apoio para que de fato conseguissem melhoria nas condições de vida, criticidade e acesso aos meios de comunicação e tecnologia;
  • Garantimos 60 % de Visitas domiciliares para orientação e apoio das famílias e equipe de trabalho;
  • Participação de 85 % da Direção e Coordenação em grupos de estudo e debates oferecidos pela Entidade e SME;
  • Participação em 60% dos Fóruns e outros encontros da Capela do Socorro;
  • A equipe participou 90% das Visitas aos museus e outros espaços cultuais conforme planejado;
  • Garantimos 65% de melhorias da habitabilidade do espaço físico de modo geral e do berçário para garantir 100% do atendimento previsto;

Realizamos reforma:

  • Manutenção e pintura da quadra;
  • Manutenção e pintura das salas de atividades;
  • Manutenção e pintura dos portões das entradas do CEI;
  • Manutenção do mobiliário e equipamentos;

Outras atividades desenvolvidas:

  • Bazar da pechincha para a comunidade;
  • Doação de cestas básicas para famílias que estão em situação de vulnerabilidade social;
  • Encaminhamento da comunidade para outros recursos da saúde, assistência social e conselhos;
  • Encaminhamento da comunidade para outros recursos educacionais e culturais;
  • Fizemos parcerias com outras redes e instancias educacionais, conselho (Tutelar da Região) fóruns de Educação Infantil da Cidade de São Paulo e da Assistência, Serviços de saúde etc. para ampliar o atendimento ao público alvo.

Avaliação

A avaliação foi periódica, verificando a qualidade e os objetivos alcançados. Foi de fundamental importância o registro dos indicadores dos resultados para uma avaliação eficiente e que garantissem um replanejamento eficaz para obtermos resultados satisfatórios.

  • Produção de portfólios por salas apresentando situações que mostrem momentos significativos das seqüências didáticas elaboradas pelas educadoras. Este documento foi construído e revisado ao longo dos encontros.
  • Planejamentos e registros cujas intervenções foram voltadas para a sistematização do trabalho desenvolvido com as crianças, famílias e equipe.
  • Book com as práticas formativas comentadas (relatórios / sínteses...)
  • Vídeos com atividades referentes ao conteúdo de formação e didáticos.
  • Mostra Cultural apresentando as produções das crianças e educadoras para as famílias, comunidade e outras equipes de educação.
  • Participação da comunidade escolar em todos os eventos promovidos no CEI;
  • Os norteadores ocorreram de forma contínua, através do planejamento, observação, registros, reflexão, ação, da participação no decorrer das várias atividades desenvolvidas no CEI.
  • Lembramos que a construção dessa qualidade dos norteadores requer a participação e o esforço de todos.
  • A idéia é poder, ao final de cada proposta, levantar os conhecimentos construídos, analisando os objetivos ao que tinha se proposto se foram alcançados, ou seja, as crianças/famílias/educadores são capazes de fazer /ser/saber sobre aquilo que queríamos que elas soubessem? Isso também foi construído em conjunto com toda equipe de trabalho e comunidade de forma a criar situações de observações e pautas finais de avaliação do grupo e de cada criança/família/educador individualmente.

Total de Beneficiários

O CEI atende, 105 crianças e suas respectivas famílias, de Segunda à Sexta-feira, por um período de 10 (dez) horas diárias, das 7h (sete) às 17h (dezessete) horas.

Faixa Etária N.º de crianças conveniadas N.º de Crianças Real (média) N.º de Educadoras Módulo
0 a 1 ano 21 21 03 Berçário I
1 a 2 anos 27 27 03 Berçário II
2 a 3 anos 26 26 02 Mini-Grupo
3 a 4 anos 31 31 02 1.º Estágio
Volantes 02
Total 105 105 12

Educação Infantil – CEI/Creche;

Atividades Desenvolvidas

O CEI Núcleo III Jardim Shangri-lá, atende diariamente 120 crianças na faixa etária de 0 a 3 anos de ambos os sexos, sendo 48 crianças de berçário, de segunda à sexta-feira das 7h às 17h.

Tem como base a organização proposta nos Referenciais Curriculares para Educação Infantil que se divide em dois blocos além de outras atividades socioeducativas realizadas com os adultos:

  1. Formação Pessoal e Social;
  2. Conhecimento de Mundo;

Considerando a faixa etária das crianças atendidas no CEI, queremos ressaltar que, todas as atividades aqui apresentadas terão como foco três eixos norteadores:

  • O brincar, embasado na concepção de forma privilegiada da criança expressar seus desejos, necessidades, emoções, assim como a possibilidade de transformar, construir e trocar novos conhecimentos.
  • A socialização, sendo que o CEI é a primeira instância, depois da família, que possibilita a expansão das relações e vínculos.
  • A ampliação Cultural, entendida como possibilidade de trazer ás crianças uma apropriação da produção cultural da humanidade, partindo das particularidades e ampliando gradativamente.

O que pretendemos apresentar e, será proposto às crianças, terá inicio com esse documento e se estenderá ao longo do ano, através das reuniões formativas e documentos direcionados aos pais. Todavia não podemos falar das aprendizagens das crianças de 0 a 3 anos sem antes pensar quem são estas crianças e suas possibilidades.

Organização Curricular por áreas de conhecimento para o trabalho com as crianças de 0 à 3 anos.

Tendo em vista o projeto pedagógico do CEI, as ações Psicopedagógicas são realizadas através de projetos, seqüências de atividades, e atividades permanentes.

No decorrer do ano, desenvolvemos projetos didáticos, seqüências didáticas e atividades permanentes nas áreas de conhecimento: Experiências voltadas ao conhecimento e cuidado de si, do outro, do ambiente, brincar e imaginar, exploração da linguagem corporal, da linguagem verbal, da natureza e da cultura, apropriação do conhecimento matemático e experiências com a expressividade das linguagens artísticas.

Ex. - Artes (música, teatro, dança, plástica, visual, e outras)

Na elaboração de cada projeto didático e seqüências didáticas constou introdução, justificativas, avaliação e demais partes de um projeto e seqüências, que foram elaborados juntamente com o grupo de educadoras das várias classes/estágios. As atividades foram adaptadas de acordo com cada faixa etária atendida no CEI.

Fevereiro Projeto de Acolhida e adaptação;
Março Currículo/Projeto Pedagógico
Abril Festa da Páscoa com as crianças e comunidade escolar
Maio Festa das Mães
Junho Festa Junina com toda comunidade;
Julho Avaliação do semestre
Agosto Festa dos Pais
Setembro Reflexão com a comunidade escolar sobre o “Meio Ambiente”
Outubro Passeio com as crianças/ Festa das Crianças
Novembro “1º Encontro de Arte contemporânea e a Crianças de 0 a 3 anos – Com a participação da equipe do CEI e profissionais da área /Mostra Cultural aberta a toda comunidade;
Novembro Rematrícula e Matrícula;
Dezembro Festa Natalina
Dezembro Parada Pedagógica: Avaliação do ano

Proposta mensal:

  • Encontro de Formação com toda equipe;
  • Visita do Supervisor Escolar e Registros das atividades desenvolvidas;

Bimestral ou dependendo do projeto desenvolvido: Reunião de Formação e reflexão com os pais e comunidade escolar;

Obs.: Participação de outros eventos que se fizerem necessário;

Atividades Desenvolvidas

O CEI Núcleo III Jardim Shangri-lá, atendeu diariamente 120 crianças na faixa etária de 0 a 3 anos de ambos os sexos, sendo 48 crianças de berçário, de segunda à sexta-feira das 7h às 17h.

Outros trabalhos desenvolvidos no CEI Núcleo III no ano de 2010.

  • Manter o projeto pedagógico atualizado e que responda as exigências do trabalho;
  • Atendimento a comunidade escolar e as demandas das famílias das crianças atendidas no CEI, com participação ativa em todas as propostas (eventos culturais, reuniões, avaliações, projetos especiais como: adaptação/ acolhida, artes e outros...
  • Garantimos a formação exigida para a equipe de trabalho;
  • Direção e Coordenação garantir a formação permanente a toda equipe do CEI, sendo 22 funcionárias.
  • A Direção e Coordenação mediam e acompanharam os projetos e sequências desenvolvidos com as cento e dez (120) crianças;
  • Encontros de formação mensal para a equipe de funcionários;
  • Encontros de supervisão dos módulos;
  • Trabalhos em grupos com as educadoras;
  • Estudos individuais realizados pela equipe de trabalho;
  • Reuniões e encontros de formação com as famílias atendidas;
  • Visitas domiciliares;
  • Participação da Direção e Coordenação em grupos de estudo e debates oferecidos pela Entidade e SME ( Secretaria Municipal de Educação);
  • Participação em Fóruns e outros encontros da Capela do Socorro e da cidade de São Paulo;
  • A equipe visita museus e outros espaços cultuais;
  • A Visita a Bienal de livros e Artes;
  • O CEI promove alguns eventos culturais com participação de toda comunidade escolar, entorno e convidados de outros espaços de educação da cidade de São Paulo;
  • Melhorias da habitabilidade do espaço físico de modo geral e manutenção dos equipamentos compra de novos brinquedos, e outros materiais pedagógicos; para garantir 100% do atendimento previsto;
  • Bazar da pechincha para a comunidade;
  • Doação de cestas básicas para famílias que estão em situação de vulnerabilidade social;
  • Encaminhamento da comunidade para outros recursos da Saúde, Assistência social e conselhos;
  • Encaminhamento da comunidade para outros recursos educacionais e culturais;
  • Propomos parcerias com outras redes e instancias educacionais, conselho (Tutelar da Região) fóruns de Educação Infantil da Cidade de São Paulo e da Assistência, Serviços de saúde etc. para ampliar o atendimento ao público alvo.

Projetos Institucionais:

  • Formação continuada da Equipe – Eixo Artes - Com formadores externos;
  • Formação dos Educadores – Projeto Criança é Vida;

Missão

“Atender crianças, adolescentes e adultos com ações de educação, cultura e assistência na região Sul de São Paulo, propiciando melhor qualidade de vida e protagonismo social”.


Finalidade Estatutária

A organização tem por finalidade estatutária prover a mais ampla assistência à criança, ao adolescente, ao adulto e ao idoso, sem distinção de raça, cor, nacionalidade, condição social, credo político, filosófico e religioso, desenvolvendo valores cívicos, morais e humanitários. Promover o ser humano em sua totalidade, procurando desenvolver suas potencialidades, contribuindo para a formação do caráter e da personalidade, visando uma educação transformadora, para que a sociedade possa se tornar melhor.


Jornal da Família SASF Grajaú - Edição 4

O CEDESP Anna Lapini é um dos núcleos do Centro Comunitário Jardim Autódromo, mantém convênio com...

LEIA MAIS

07/07/2018

Festa Juninda CEI NOSSA SENHA DE GUADALUPE

Venha participar da nossa festa!

LEIA MAIS