Centro Comunitário Jardim Autódromo

CEI Irmã Agostina

O CEI IRMÃ AGOSTINA foi inaugurado no dia 25/11/2014 desde então o CEI vem construindo sua história atendendo 132 crianças em um prédio particular, no bairro jardim Apurá, onde a maior parte são de casas de alvenaria, um número limitado de comércios, e grande parte da população são famílias com baixo poder aquisitivo.

Esse bairro teve seu primeiro loteamento regularizado em 27 de abril de 1976. O CEI IRMÃ AGOSTINA como espaço coletivo e privilegiado de vivência da infância tem por fim contribuir para a construção da identidade social e cultural das crianças, para o desenvolvimento das dimensões afetiva, social, cognitiva e cultural, além de estimular a formação de valores éticos, estéticos e morais presentes nas diferentes culturas; como também fortalecer o caráter integrado do cuidar e do educar, em ação complementar á da família, partindo do pressuposto que o fio norteador das ações pedagógicas na Educação Infantil é o “olhar” para a criança, essa criança potente, contemporânea, capaz, que precisa ter vez e ter voz, estimulando-a através da brincadeira seja ela simbólica, tradicional, de construção ou de regras. Visto que este ponto de partida agrega e contextualiza o conhecimento, desenvolvimento, interação, comunicação, diálogo, o fazer, o compartilhamento, o cuidado e o prazer.

O CEI IRMÃ AGOSTINA, fica localizado no bairro do Jardim Apurá em uma região que faz parte dos mananciais às margens da represa Billings por um lado e do outro existe o sítio do Ingaí, próximo a Estrada do Alvarenga, que por sua vez, liga a região Sul da cidade de São Paulo à região do ABC.

Os bairros mais próximos são: Jardim Bandeirantes, Jardim Santa Terezinha, Balneário São Francisco, Vila Missionária, Mata Virgem, Jardim Novo Pantanal, Jardim Laranjeiras, Monte Líbano e Santa Amélia.

Momentos ricos que propicie para as crianças diferentes experiências para auxiliar no desenvolvimento integral da criança, são as experiências voltadas ao conhecimento e cuidado de si, do outro, do ambiente, experiência e exploração da linguagem oral e corporal.

Realizamos de roda de conversa, roda de história, roda de cantigas, propostas de brincadeiras simbólicas, brincadeiras dirigidas, brinquedos de encaixe, e de construção, atividades de artes, de construção e comemoração de algumas festividades.

Conforme o artigo 29 da lei de diretrizes e bases 9394/96 aponta:

O artigo 29 da Lei de Diretrizes e Bases 9394/96 aponta que:

“A educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até cinco anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.”

Dentre as atividades podemos destacamos algumas:

1. Brincadeiras e atividades que explorem o descobrimento e conhecimento progressivamente de seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;

2. Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e demais crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;

3. Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;

4. Observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, compreendendo o meio como um espaço carente de cuidados;

5. Brincar expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades, apreendendo saberes;

6. Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, verbal e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados;

7. Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a ela e valorizando a diversidade;

8. Ampliar o conhecimento referente a diferentes materiais, dentre elementos da natureza e riscantes;

Horta comunitária:

Tivemos como objetivo construir uma horta onde tivesse participação das crianças e das famílias, por isso convidamos os familiares desde a preparação da terra até a colheita e degustação.

Projeto que tivemos ótimos resultados é principalmente criar vínculos entre escola x família.

Arraia dos ceis:

Com a formação do instituto Avisa lá, com o tema “tem comunidade na creche”, tivemos momentos para conhecer melhor o entorno do CEI, e com esta proposta desencadeou uma parceria entre os ceis Irmã Agostina e Nossa Senhora das graças, que ficam localizados no mesmo bairro e representando a mesma Instituição: Centro Comunitário Jardim Autódromo.

E então surgiu o arraia dos ceis.

Dia da família:

O dia da família foi planejado para que as crianças tivessem com seus familiares momentos de vínculos, podendo ser através da exploração e contato nas oficinas que oferecemos em todas as salas.

E para que este contato se estendesse a todas as famílias e a equipe do CEI, tivemos uma dança circular que foi um momento de muita descontração para todos.

Mostra cultural

Mostra cultural, é um evento que organizamos para que os familiares possam apreciar as obras dos principais artistas que são nossas crianças, podendo vivenciar momento enriquecedores interagindo com algumas das propostas que são oferecidas por todo o CEI.

Escola: CEI IRMÃ AGOSTINA – DRE/SA

Endereço: Rua Lucio Dias da Fonseca, 87.

CEP: 04470-080 - Telefone: (11) 5676-4169

E-mail: cei.irma.agostina@hotmail.com

Bairro: Jardim Apurá - Distrito: Cidade Ademar

CNPJ: 57.184.723/0016-91

Missão

“Atender crianças, adolescentes e adultos com ações de educação, cultura e assistência na região Sul de São Paulo, propiciando melhor qualidade de vida e protagonismo social”.


Finalidade Estatutária

A organização tem por finalidade estatutária prover a mais ampla assistência à criança, ao adolescente, ao adulto e ao idoso, sem distinção de raça, cor, nacionalidade, condição social, credo político, filosófico e religioso, desenvolvendo valores cívicos, morais e humanitários. Promover o ser humano em sua totalidade, procurando desenvolver suas potencialidades, contribuindo para a formação do caráter e da personalidade, visando uma educação transformadora, para que a sociedade possa se tornar melhor.


Jornal da Família SASF Grajaú - Edição 4

O CEDESP Anna Lapini é um dos núcleos do Centro Comunitário Jardim Autódromo, mantém convênio com...

LEIA MAIS

07/07/2018

Festa Juninda CEI NOSSA SENHA DE GUADALUPE

Venha participar da nossa festa!

LEIA MAIS